Archive for the 'sms' Category

O blog, o outro blog e uma história

maio 18, 2007

Eu posto com pouca regularidade, não por falta de idéias, mas pelo tempo que escasseia e a falta de sincronia entre idéias e estar sentado à frente do laptop. Meu pensar é peripatético, o que favorece eu usar o celular para postar. Mas daí para a ação…

E agora, tenho outro blog para postar: Mobilizado. Dependendo do objetivo, é melhor que esse. Notícias do mercado de mobilidade e outros assuntos relacionados, com muito mais objetividade. Vale conferir.

Por fim, estava me lembrando de uma história que acho interessante compartilhar. Em 2001 eu estava morando nas Filipinas quando aconteceu algo impressionante: 700.000 pessoas se reuniram em poucas horas em torno de um centro empresarial na principal via de Manila (EDSA) e durante quatro dias protestaram pela saída do presidente Joseph Estrada – que renunciou.

Apenas o fato de acontecer uma revolução popular pacífica em um país com pouco tempo de democracia (Ferdinando Marcos tinha sido derrubado em 1986) já é relevante por si mesmo. Mas, neste caso, todas estas pessoas foram reunidas por meio de SMS.

É isso mesmo, 700.000 pessoas protestando, reunidas em algumas horas, em um movimento organizado por meio de SMS. Veja a imagem do local.

EDSA II

Isso me marcou suficientemente para querer saber mais – estava nas Filipinas como coordenador de um projeto editorial sobre o país, à época. E eram números e números mostrando uma revolução que ainda estava por vir no resto do mundo. O resto, em termos pessoais, é história – como se esquecer de algo assim?

O principal meio de comunicação, em 2001, nas Filipinas, já era o SMS. Enviava-se mais mensagens de textos por dia do que a Europa em um mês. Isto era impulsionado por um valor mínimo, o que tornava o serviço muito barato – favorecendo a inclusão das massas pobres, que contavam agora com uma ferramenta eficiente de comunicação e informação, pois é claro que os serviços de alertas de notícias e outros similares já existiam em quantidade.

Ainda hoje as Filipinas possuem números mais que significativos, aliás: são 400 milhões de SMS por dia, para uma população de 90 milhões de pessoas. O valor médio de receita por usuário com dados é de mais de 50%.

Anúncios

Twitter, you twat

abril 21, 2007

Estou impressionado com este aplicativo aqui: Twitter. Não, não é porque é algo de outro mundo. É porque eu jamais esperei que fosse atingir a atual repercussão.

Twitter está sendo chamado de ferramenta de microblogging. No modo mais usual, as pessoas enviam um SMS para o aplicativo e a mensagem é publicada em sua página pessoal e, se permitido, em uma área pública. A mensagem pode ser enviada pela web ou por um mensageiro também, mas o limite é o do SMS: 140 caracteres. Por isso, a qualificação de microblogging. A pergunta fundamental é: “what are you doing?”.

E se o conteúdo foi reduzido, o alcance foi multiplicado. Quem envia seus posts, envia de qualquer contexto, qualquer pensamento, invariavelmente irrelevante (quão relevante eu consigo ser em 140 caracteres? Não eu, não consigo nem mesmo sem limites ao texto. Nem o Paulo Coelho. Com certeza o Woody Allen seria.)

Nesta perspectiva eu diria que não é mais microblogging, mas extreme-blogging. Até onde expor tudo o que passa por nossa cabeça? Principalmente pelo seguinte: eu não preciso acompanhar os posts dos meus amigos pela internet, posso optar por receber em meu celular (de onde o limite de 140 caracteres). Definitivamente, isso é blogar ao extremo.

Tudo bem, hiperconectividade e tal, mas isso nunca me soou muito bem. Afinal, onde diabos está o dinheiro aqui? E porque ô Epaminondas eu iria querer publicar que estava entediado na fila do banco?

Claro que eu estava muitíssimo enganado sobre as possibilidades. Afinal, porque não publicar notícias em tempo real, no contexto? Até a “old gray lady” está usando! E, claro, tem os mash-ups. Twitter + Google Maps, inevitável.

Mas ainda não vi o dinheiro… e com custos de 100.000 dólares/mês em SMS, espero que estejam pensando em como ganhar algum!

E é por isso mesmo que eu resolvi testar e acompanhar o serviço. Não há número para o Twitter no Brasil, então é um SMS internacional, para quem se interessar. Minha página é www.twitter.com/teco. Não tem nada ainda, claro.

Curiosidade: Evan Williams, o empreendedor responsável pelo Twitter, é também co-fundados dos Pyra Labs, mais conhecido como Blogger. Mas é também fundador do Odeo, aplicativo para geração e busca de podcasts que está à venda para quem fizer a melhor oferta, depois de Williams dispender alguns milhões comprando a parte dos fundos de capital no negócio.